Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

PSP. "Ir ao supermercado ou treinar na rua" não serve de desculpa na noite de Ano Novo

31 dez, 2020 - 11:51 • Celso Paiva Sol

A PSP desaconselha tentativas para contornar as regras impostas para a passagem de ano, seja na via pública ou em espaços fechados, como bares, restaurantes e outros estabelecimentos.

A+ / A-

As regras para a noite de Ano Novo proíbem a circulação entre concelhos, que já está em vigor desde as 00h00 desta quinta-feira, e impõem o recolher obrigatório a partir das 23h00.

A PSP espera que os portugueses respeitem as regras, mas diz estar preparada para vigiar os incumprimentos. "A polícia estará muito atenta a eventos organizados. Aquilo que pretendemos fazer é sensibilizar os operadores económicos que as celebrações não estão permitidas, não só na via pública, mas também em espaços abertos ao público", diz à Renascença Nuno Carocha, oficial das relações públicas da PSP.
"Desencorajamos vivamente que os operadores económicos tentem organizar grandes festejos, ainda que funcione só por convite ou à porta fechada, porque não será esse tipo de procedimento que permite aliviar a lei e aí iremos bater à porta", é o aviso deixado pelo oficial.
Nuno Carocha explica que, relativamente às residências particulares, as regras para as intervenções policiais são diferentes: nesse caso, a PSP apenas pede bom senso.

De resto, as autoridades prometem visibilidade com muitas operações STOP entre concelhos e nos acessos às zonas onde é costume celebrar-se o Ano Novo.

"Nesta quadra, costumamos estar presentes na rua para acompanhar as celebrações; neste ano, teremos de estar presentes para evitar que as comemorações decorram na rua", aponta Nuno Carocha.
A PSP deixa um último aviso: "o recolher obrigatório tem várias exceções que permitem às pessoas deslocarem-se ao supermercado, ou fazerem um pequeno treino na rua. Mas na noite de ano novo, isso não poderá acontecer e o recolher obrigatório terá de ser mesmo cumprido. Estaremos para garantir que isso acontece".
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria
    31 dez, 2020 Palmela 16:20
    Sonia! Eu pensei que se um dia falta-se a comida que pessoas assim como a marta " corriam perigo" Mas acabei de chegar a conclusao que quem corre perigo e voce! A meia hora que estou de volta duma metade de um frango a tirar gorduras" isto da trabalhao!
  • Maria
    31 dez, 2020 Palmela 15:30
    Pois! Estou a arranjar metade dum frango caseiro" para fazer para o jantar! E se ninguem me desse nada como e que era? Comia do ar" so pra nao ir supermercado!

Destaques V+