Tempo
|
A+ / A-

África do Sul atinge um milhão de infeções e enfrenta nova variante

28 dez, 2020 - 08:33 • Lusa

A nova estirpe do coronavírus SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido, apresentada como mais contagiosa e que está a inquietar o mundo.

A+ / A-

A África do Sul superou um milhão de infeções pela Covid-19, com 1.004.413 casos confirmados e 26.735 mortos, numa altura em que enfrenta uma nova variante do vírus, divulgou o Ministério da Saúde.

“Temos de aderir a intervenções não farmacêuticas para prevenir uma maior propagação do vírus”, escreveu na rede social Twitter o ministro da Saúde, Zweli Mkhize, citado pela agência Efe.

A África do Sul atinge esta marca numa altura em que o país enfrenta uma nova variante do vírus da Covid-19, que foi detetada na província sul africana do Cabo Oriental.

A nova estirpe do coronavírus SARS-CoV-2 identificada no Reino Unido, apresentada como mais contagiosa e que está a inquietar o mundo, já está a circular em vários países e territórios, dentro e fora da Europa.

Na sequência da identificação desta nova variante do SARS-CoV-2, diversos países, dentro e fora da Europa, decidiram suspender as ligações, nomeadamente aéreas, com o Reino Unido, uma lista que tem vindo a aumentar nas últimas horas.

A estirpe britânica do vírus já foi também detetada, pelo menos, em Portugal (ilha da Madeira), na Suécia, Itália, Holanda, Alemanha, França, Espanha, Dinamarca, Liechtenstein, Suíça, Canadá, África do Sul e no Japão.

A pandemia provocou pelo menos 1.758.026 mortos resultantes de mais de 80,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+