Papa. Natal não deve ser "reduzido a uma festa meramente sentimental ou consumista"

23 dez, 2020 - 11:34 • Vatican News (imagens)

O Natal não pode ser reduzido a uma festa consumista, afirmou o Papa nesta manhã de quarta-feira, durante a audiência geral. “O Natal não pode ser confundido com coisas efémeras. É importante que não seja reduzido a uma festa meramente sentimental ou consumista, rica de prendas e bons votos, mas pobre de fé cristã e de humanidade”, sublinhou durante o habitual encontro semanal, que nesta quarta-feira decorreu online, a partir da biblioteca do Palácio Apostólico.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.