Tempo
|
A+ / A-

Ministro das Finanças espera uma “grande recuperação” em 2021

03 dez, 2020 - 14:15 • Sandra Afonso

João Leão afasta a necessidade de um Orçamento Retificativo para este ano.

A+ / A-

O ministro das Finanças, João Leão, afasta a necessidade de um Orçamento Retificativo para este ano e espera uma “grande recuperação” em 2021.

Um dia depois de a OCDE apresentar previsões mais pessimistas do que o Governo para a economia portuguesa, João Leão reafirma as estimativas do executivo em entrevista ao podcast do PS “Política com Palavra”.

O ministro das Finanças admite que este foi um orçamento difícil, mas continua a subscrever as contas aprovadas, apesar das alterações impostas pela oposição.

Sobre o impacto desta despesa adicional, diz que ainda está a avaliar o efeito nas previsões, mas não altera a meta do défice.

João Leão garante que o impacto no défice não será significativo e espera uma "grande recuperação em 2021".

Diz que as notícias que chegam sobre a vacina são melhores do que o esperado e acredita que em 2021 a economia vai dar sinais positivos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+