Tempo
|
A+ / A-

Raul Jiménez operado depois de sofrer fratura craniana

30 nov, 2020 - 09:32 • Redação

O ponta de lança do Wolverhampton foi vítima de um choque violento com David Luiz, no jogo com o Arsenal, e o seu estado causou grande apreensão.

A+ / A-

Raul Jiménez já foi operado e está em convalescença num hospital em Londres, depois de ter sofrido uma fratura craniana, na sequência de um choque violento com David Luiz, no jogo do Wolverhampton em casa do Arsenal, no domingo.

O ponta de lança mexicano ficou imóvel no relvado e causou enorme preocupação. O jogo esteve interrompido mais de 10 minutos para permitir a assistência ao jogador, que foi, de imediato, transportado para o hospital.

Em comunicado publicado já esta segunda-feira, o Wolverhampton informa que Jiménez "está a descansar, confortavelmente, depois da operação".

O jogador, que já recebeu a vista da sua companheira, vai continuar sob observação nos próximos dias. O clube, orientado por Nuno Espírito Santo e com muitos portugueses no plantel e na estrutura técnica, agradece a resposta rápida e a ajuda dos médicos do Arsenal, dos paramédicos que estavam no jogo e corpo clínico que prestou assistência a Jiménez no hospital.

O lance entre Jiménez e David Luiz, dois antigos jogadores do Benfica, aconteceu logo no início da primeira parte do jogo. Fábio Silva, ex-FC Porto, entrou para o lugar do mexicano. A partida terminou com vitória do Wolverhampton, por 1-2, com golos dos portugueses Pedro Neto e Podence.

No final do encontro, o treinador Nuno Espírito Santo manifestou preocupação pelo estado de saúde de Jiménez e sobre o jogo declarou orgulho pela prestação da sua equipa, que "demonstrou grande coração", depois da situação que deixou toda a gente abalada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.