Tempo
|
A+ / A-

"Um dos melhores amigos que fiz". Fernando Santos lamenta morte de Vítor Oliveira

28 nov, 2020 - 16:19 • Redação

Selecionador nacional "já sente falta dos almoços, conversas e convívios" com o técnico que morreu este sábado.

A+ / A-

Fernando Santos, selecionador nacional, despediu-se publicamente de Vítor Oliveira, "um dos melhores amigos". Numa nota publicada no site da Federação Portuguesa de futebol, o selecionador recorda o treinador que morreu este sábado, aos 67 anos de idade.

"Partiu um dos meus companheiros, seguramente um dos melhores amigos que alguma vez fiz. Começámos juntos no futebol e seguimos juntos na vida. Vou sentir, já sinto, muito a tua falta nos nossos almoços, conversas e convívio. Deixo aqui uma palavra à Marília e aos miúdos e despeço-me de ti com grande emoção. Adeus, companheiro", pode ler-se.

O ex-treinador do Gil Vicente, que atualmente estava sem clube, fazia uma caminhada em Lavra quando teve uma indisposição.

Vítor Oliveira era conhecido como o "Rei das Subidas", por ter levado várias equipas à I Liga durante a carreira. Foram 11 em 18 tentativas: Paços Ferreira (1990/91), Académica (1996/97), União de Leiria (1997/98), Belenenses (1998/99), Leixões (2006/07), Arouca (2012/13), Moreirense (2013/14), União da Madeira (2014/15), Desportivo de Chaves (2015/16), Portimonense (2016/17) e novamente Paços Ferreira (2018/19).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.