Tempo
|
A+ / A-

Reinaldo Teles morre aos 70 anos, vítima de Covid-19

25 nov, 2020 - 14:43 • Redação

Histórico dirigente era administrador não-executivo da SAD do FC Porto e chegou a ser vice-presidente do clube portista.

A+ / A-

Reinaldo Teles, administrador não-executivo da SAD do FC Porto, morreu, esta quarta-feira, aos 70 anos, vítima de Covid-19.

O antigo vice-presidente do FC Porto tinha dado entrada na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de São João, no Porto, devido a complicações resultantes de infeção pelo novo coronavírus. Ao fim de cerca de um mês de internamento, Reinaldo Teles acabou por sucumbir à doença.

Devido à idade e por ter historial de problemas cardíacos, o histórico dirigente do FC Porto fazia parte do grupo de risco.

Um dos homens da confiança de Pinto da Costa


Reinaldo Teles entrou no FC Porto pela via do boxe, modalidade em que se sagrou campeão nacional. Como dirigente, começou, precisamente, por chefiar a secção de pugilismo do FC Porto, antes assumir o cargo de diretor adjunto do futebol em 1982.

O antigo pugilista entrou para os órgãos sociais em 1986 e, em 1988, passou a liderar o futebol do clube portuense. Em 1990, Reinaldo Teles foi eleito vice-presidente do FC Porto. Com a criação da SAD, passou a fazer parte do grupo de administradores, primeiro como executivo e, desde a eleição de 2020, como não-executivo.

Teles foi galardoado com o Dragão de Ouro de dirigente do ano em 1989 e votado sócio honorário em 1994. Em 1998, recebeu o Dragão de Honra.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.