Mariana Vieira da Silva

"O confinamento é tremendo para quem tenha de o fazer com o seu agressor"

25 nov, 2020 - 10:04 • Redação

Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, refere que as primeiras 72 horas, depois da denúncia às autoridades, são "essenciais na resposta à violência doméstica". O Governo lançou esta quarta-feira a campanha "Vale a pena pedir ajuda", no mesmo dia em que se marca o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.