Tempo
|
A+ / A-

Pelé espera jogar à bola com Maradona no céu

25 nov, 2020 - 20:37 • Lusa

"Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda", afirma o rei Pelé sobre a morte do astro argentino.

A+ / A-

Pelé lamenta a perda de “um grande amigo” e de “uma lenda”, ao recordar Diego Maradona, o argentino com quem ‘disputa’ o estatuto de melhor futebolista da história e que morreu esta quarta-feira, aos 60 anos.

“Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares. Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu”, escreveu o antigo avançado brasileiro na sua conta na rede social Twitter.

O brasileiro, de 80 anos, é o único jogador da história do futebol a ter vencido três Mundiais, tendo sido unanimemente considerado o melhor futebolista de sempre até ao aparecimento de Maradona, com quem ‘partilha’ o estatuto de maior da história.

Maradona morreu hoje na sua residência, na Argentina, aos 60 anos, anunciou o seu agente e amigo Matías Morla.

Segundo a imprensa argentina, Maradona, que treinava os argentinos do Gimnasia y Esgrima, sofreu uma paragem cardíaca na sua vivenda na província de Buenos Aires.

A sua carreira de futebolista, de 1976 a 2001, ficou marcada pela conquista, pela Argentina, do Mundial de 1986, no México, e os dois títulos italianos e a Taça UEFA arrebatada ao serviço dos italianos do Nápoles.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.