Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Costa diz que ficaria “muito surpreendido” com o Natal sem estado de emergência

21 nov, 2020 - 19:33 • Lusa

António Costa assumiu esta perspetiva depois de ter anunciado novas medidas contra a Covid-19 tomadas na sexta-feira.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro afirmou este sábado que ficaria "muito surpreendido" se não vigorar o estado de emergência no Natal, alegando que o conteúdo das medidas que estão a ser adotadas são menos intensas, mas com maior extensão temporal.

"Ficaria muito surpreendido se não houvesse estado de emergência no Natal, porque isso significa que a evolução do combate à epidemia teria sido muito rápida", declarou António Costa em conferência de imprensa.

António Costa assumiu esta perspetiva depois de ter anunciado novas medidas contra a Covid-19 tomadas na sexta-feira em Conselho de Ministros no âmbito da prorrogação do estado de emergência.

As novas medidas afetam sobretudo as semanas dos feriados de 1 e 8 de dezembro, como novas regras de recolher obrigatório e proibição de circulação entre concelhos. Foi também anunciada uma nova forma de elencar os concelhos, consoante o grau de risco de propagação do vírus.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.