Tempo
|
A+ / A-

Itália

Juventus ganha com (mais) dois de Cristiano Ronaldo

21 nov, 2020 - 23:23 • Redação com Lusa

Juve fica a um ponto do Milan no campeonato italiano.

A+ / A-

Cristiano Ronaldo, autor de dois golos, foi determinante na vitória da Juventus sobre o Cagliari, que deixa a equipa de Turim a um ponto apenas do AC Milan, na Liga italiana de futebol.

O 2-0 da Juve ao Cagliari leva o campeão de Itália ao segundo lugar da prova, com 16 pontos em oito jornadas, mas o líder tem 'direito de resposta' já no domingo, contra o Nápoles.

Em grande plano desde que regressou da quarentena por ter testado positivo para covid-19, CR7 desequilibrou em cinco minutos (entre os 38 e o 42), com dois golos plenos de sangue-frio - o primeiro de um remate seco, depois na sequência de um canto.

Chega aos oito golos e iguala no topo da lista o sueco do AC Milan Zlatan Ibrahimovic.

A equipa treinada por Andrea Pirlo demonstrou uma consistência total, a confirmar a subida de forma das últimas semanas, em contraste com as fragilidades do início da época.

Com a vantagem de dois golos ao intervalo, o segundo tempo foi tranquilo, mas a 'Juve' ainda teve uma mão cheia de ocasiões, nomeadamente um remate ao poste de Demirel (minuto 59).

A três dias de jogar contra o Ferencvaros, para a Liga dos Campeões, fica a nota do bom entendimento no ataque entre Cristiano Ronaldo e Morata, a boa forma de Rabiot e Arthur na zona central e o regresso para a defesa de De Ligt, após três meses por operação ao ombro.

Na baliza, Gianluigi Buffon também persegue recordes e chega à marca dos 652 golos na Serie A.

Todos os jogadores e árbitros surgiram em campo com uma marca vermelha pintada no rosto, num sinal de adesão à iniciativa "um vermelho à violência" contras as mulheres.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.