Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Centro Escolar de Ourique fecha após caso positivo de funcionária

08 nov, 2020 - 20:13 • Lusa

Autoridade de Saúde Pública determina fecho temporário do centro escolar, com uma comunidade educativa formada por “mais de 200 pessoas, entre alunos, professores e funcionários”.

A+ / A-

Veja também:


O Centro Escolar de Ourique, no distrito de Beja, com jardim-de-infância e 1.º ciclo, está fechado a partir de segunda-feira, após uma funcionária ter tido resultado positivo para o coronavírus que provoca a covid-19, revelou este domingo a câmara.

O município indicou que, além da funcionária deste centro escolar, também o seu filho, aluno da Escola EB2,3/S de Ourique, está infetado com o novo coronavírus SARS-CoV-2.

O diagnóstico destes dois casos, levou a Autoridade de Saúde Pública a determinar o fecho temporário do centro escolar, com uma comunidade educativa formada por “mais de 200 pessoas, entre alunos, professores e funcionários”, assinalou à agência Lusa o presidente da autarquia, Marcelo Guerreiro.

“O centro escolar, que tem jardim-de-infância e 1.º ciclo” do ensino básico, “vai estar encerrado a partir de segunda-feira” e vão ser realizados “testes a toda a comunidade educativa”, disse o autarca.

Segundo Marcelo Guerreiro, estes dois novos infetados no concelho foram detetados “na sequência de um episódio hospitalar” ocorrido “no sábado à noite”.


“A funcionária levou o filho ao Hospital de Beja e, por isso, foram os dois testados na unidade”, tendo sido divulgado hoje que “tiveram resultado positivo” para o vírus que provoca a covid-19, relatou o presidente da câmara.

Além de determinar o encerramento provisório do centro escolar, a Autoridade de Saúde Pública colocou em “quarentena preventiva” a turma da Escola EB2,3/S de Ourique a que pertence o filho da funcionária.

“À semelhança de outras situações já ocorridas, o Município de Ourique está a trabalhar para a concretização tão rápida quanto possível dos testes que permitam a identificação integral da situação e a adoção dos procedimentos adequados previstos nos protocolos de resposta à covid-19”, pode ler-se no comunicado da câmara.

A autarquia considerou que esta situação configura “mais um sobressalto perante um risco que existe e persiste” e que “precisa dos contributos” de todos, “individuais e comunitários”.

“Usar a máscara, manter o distanciamento social, respeitar a etiqueta respiratória e lavar/desinfetar as mãos com frequência” são medidas lembradas pela câmara deste concelho alentejano, que não consta da lista dos “121 municípios sujeitos a medidas mais duras” adotadas pelo Governo contra a covid-19.

Portugal contabiliza pelo menos 2.896 mortos associados à covid-19 em 179.324 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Covid-19 por regiões

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.