Covid-19. Dinamarca vai abater mais de 15 milhões de furões devido a mutação resistente do vírus

05 nov, 2020 - 13:33 • Sofia Freitas Moreira (edição) Reuters (imagens)

A Dinamarca vai abater todos os furões criados naquele país, que serão entre 15 milhões a 17 milhões, após ter sido verificada uma mutação do novo coronavírus que infetou 12 pessoas, anunciou na quarta-feira a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen. Esta nova mutação apresenta-se mais resistente a anticorpos, representando um sério risco no combate à Covid-19.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    05 nov, 2020 Funchal 15:55
    Não acredito, 15 milhões é muito.