Tempo
|
A+ / A-

Autarca de Bragança preocupado com impacto das restrições nas empresas da região

03 nov, 2020 - 17:04 • Olímpia Mairos

Outra das preocupações do presidente da Câmara de Bragança prende-se com a entrada de espanhóis no concelho.

A+ / A-

Veja também:


O presidente da Câmara de Bragança manifesta-se preocupado com as consequências do confinamento imposto ao concelho.

Hêrnani Dias compreende que, “do ponto de vista sanitário, [o confinamento] tem de ser feito” e concorda com as medidas, mas vê com grande preocupação o seu impacto a nível económico.

“A nível económico, vejo com grande preocupação, tendo em conta as graves consequências que daí podem resultar”, diz à Renascença o autarca, acrescentando que, “de forma direta, as consequências que pode trazer, registar-se-ão ao nível do tecido empresarial”.

E antecipa que “as dificuldades que as empresas terão para manter os postos de trabalho irão aumentar”.

“A não entrada de receita contribuirá para a impossibilidade das mesmas, para honrar compromissos com fornecedores, criando uma verdadeira bola de neve”, alerta o presidente da Câmara de Bragança.

Outra das preocupações do autarca prende-se com a entrada de Espanhóis no concelho.

“Estou, naturalmente, preocupado no que concerne à vinda de pessoas oriundas de outro país, nomeadamente de Espanha, em virtude da situação epidemiológica naquele país e na condição em que nos encontramos”, afirma Hernâni Dias.

O Município de Bragança instalou uma tenda para apoiar a Unidade Local de Saúde do Nordeste (ULSNE) na realização de testes de despistagem à Covid-19.

O equipamento, que entrou em funcionamento segunda-feira, quer responder às necessidades da ULSNE em termos logísticos, numa altura em que os Centros de Saúde da cidade, além dos testes à Covid-19, se encontram em campanha de vacinação contra a gripe, não garantindo aos utentes as condições de segurança necessárias.

“Face à 2.ª vaga da pandemia e à necessidade de mitigar os efeitos da mesma, o Município reitera, no terreno, a sua disponibilidade para colaborar com todas as entidades competentes, pelo bem da saúde de todos os brigantinos”, refere Hernâni Dias, Presidente da Câmara Municipal de Bragança, salientando “a importância que este equipamento poderá ter no desenvolvimento da situação epidemiológica do concelho, uma vez que a testagem é a melhor estratégia para conter a transmissão do vírus”.

Os testes à Covid-19, a realizar na tenda instalada pelo Município junto ao Pavilhão Municipal Arnaldo Pereira (na Av. Dom Sancho I), serão da responsabilidade e da prescrição exclusiva das autoridades de Saúde Pública.

O concelho de Bragança está incluído na lista de 121 concelhos considerados de risco face ao avanço da pandemia de Covid-19, e que vão ficar sujeitos a medidas restritivas, nomeadamente o dever cívico de recolhimento domiciliário, a partir de quarta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+