Tempo
|
A+ / A-

Angola

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

29 out, 2020 - 22:45 • Fábio Monteiro

Empresário morreu num acidente de mergulho, no Dubai. Tinha 48 anos.

A+ / A-

Sindika Dokolo, empresário, colecionador de arte e marido de Isabel dos Santos, morreu esta quinta-feira no Dubai. Esta notícia já foi confirmada por fonte da família à agência Lusa.

O empresário, de 48 anos, morreu num acidente de mergulho subaquático, vítima de embolia.

"Foi durante um mergulho que você partiu para a eternidade, uma atividade habitual que te tirou da luta e dos seus entes queridos ", escreveu no Twitter Michée Mulumba, assistente pessoal do chefe de Estado congolês, Félix Tshisekedi.

Dokolo nasceu República Democrática do Congo, em março de 1972, e era casado com Isabel dos Santos, filha do ex-presidente de Angola José Eduardo dos Santos, desde 2002. No início deste ano, após a investigação Luanda Leaks ter vindo a público, o casal mudou-se para o Dubai.

Isabel dos Santos ainda não confirmou o incidente, mas, nas últimas horas, publicou uma fotografia nas redes socias em que aperece ao lado do marido e um dos quatro filhos do casal, com a legenda: "My Love...".

O homem, o colecionador

Filho de pai congolês e mãe dinamarquesa, Dokolo passou a infância entre a Bélgica e França; estudou no Lycée Saint-Louis-de-Gonzague em Paris e licenciou-se em Economia, Comércio e Línguas Estrangeiras na Universidade Pierre e Marie Curie.

Um dos maiores colecionadores de arte africana contemporânea ao nível mundial, o nome de Dokolo foi falado, nos últimos anos, como potencial candidato à presidência da República Democrática da Congo.

Em 2016, Sindika Dokolo comprou a Casa Manoel de Oliveira, no Porto, por 1,6 milhões de euros. "Neste espaço vamos promover redes de reflexão artística e fortalecer laços entre Portugal e Angola, a Europa e África, numa ode à arte enquanto elemento unificador de povos e países", disse então.

Ainda no mesmo ano, a De Grisogono SA, empresa detida pelo empresário Sindika Dokolo, adquiriu o maior diamante encontrado até ao momento em Angola, com 404 quilates. O diamante foi encontrado na mina angolana do Lulo.

Tal como Isabel dos Santos, os negócios de Sindika Dokolo estavam a ser investigados pela justiça angolana no âmbito do caso Luanda Leaks. Em dezembro do ano passado, por determinação do Tribunal Provincial de Luanda, o casal foi alvo de arresto de bens e participações sociais em empresas.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    30 out, 2020 Funchal 12:15
    Lamento e RIP. A Dra Isabel que organize e limpe algumas situações menos boas, na sua vida. Como se vê o dinheiro não é tudo e para os mais distraídos, vamos todos morrer um dia. E não levamos nada connosco.