Tempo
|
A+ / A-

​Global Teacher Prize Portugal. Professora de Educação Moral e Religiosa Católica entre finalistas

27 out, 2020 - 15:16 • Ana Lisboa

O prémio, que será revelado no próximo dia 30 de outubro, é atribuído a professores "inovadores para aplicarem nos seus projetos pedagógicos".

A+ / A-

Na edição deste ano, o Global Teacher Prize Portugal 2020 tem seis finalistas, entre eles, uma docente de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC). Trata-se de Ana Mendes, que "leciona no agrupamento Camilo Castelo Branco, em Vila Nova de Famalicão, Arquidiocese de Braga", informa em comunicado o Secretariado Nacional de Educação Cristã.

A nota explica que a professora "desenvolveu na escola um sistema de ensino em Educação Ambiental, para alunos com necessidades educativas" e que "aposta em metodologias ativas de projeto".

As candidaturas a este galardão surgem habitualmente "por auto-proposta ou por recomendações da comunidade educativa".

Das 116 candidaturas validadas pelo júri, resultaram seis finalistas. São "professores de Educação Especial, Educação Moral e Religiosa Católica, Ciências, Filosofia, Informática e do 1.º ciclo". Foram todos eles nomeados por se destacarem "pelos seus projetos e metodologias inovadoras".

O prémio, no valor de 30 mil euros, será divulgado na próxima sexta-feira, 30 de uutubro.

No ano passado, o professor de História Rui Correia venceu o Global Teacher Prize Portugal "ao ter desenvolvido um sistema de semáforos para manter a atenção dos alunos todo o tempo da aula".

Pode conhecer mais informações sobre este prémio aqui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.