Tempo
|
A+ / A-

Prendas de Natal. Vai ter mais tempo para trocar o que não serve

27 out, 2020 - 07:40 • Redação

A medida está a ser preparada pelo Governo por causa da pandemia de Covid-19.

A+ / A-

O Natal está à porta e as montras das lojas que chamam à compra de presentes. Mas, em tempo de pandemia, escolher e comprar as prendas pode tornar-se mais difícil, pelo que o Governo pretende dar mais tempo para as trocas.

Assim, os presentes deverão poder ser trocados entre 30 e 45 dias úteis após o dia 25 de dezembro – ou seja, pelo menos até ao final de janeiro de 2021.

A notícia vem, nesta terça-feira, no jornal “Correio da Manhã”, segundo o qual a medida está a ser ultimada e os pormenores deverão ser conhecidos dentro de dias.

Segundo o jornal, o Governo estará a trabalhar em associações de lojistas e os estabelecimentos que aderirem ao prolongamento do prazo receberão um selo de confiança.

A ideia é facilitar a troca ou devolução de prendas, que poderá ser feita com mais calma e no cumprimento das regras impostas pela pandemia de Covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.