Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Perfil dos doentes Covid-19 mudou. São sobretudo jovens adultos e poucas crianças até aos nove anos

26 out, 2020 - 15:47 • Cristina Nascimento

Diretora-Geral da Saúde explicou ainda que, no entanto, são os mais velhos que continuam a precisar de estar internados.

A+ / A-

Veja também:


A diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, garante que o perfil dos doentes com Covid-19 mudou da primeira para a atual vaga.

"Temos uma grande percentagem de doentes que são adultos jovens", explicou, especificando depois que é na na faixa etária entre os 20 e os 59 anos que se registam a maior parte dos casos, segundo os dados da semana passada.

Já no caso das crianças, Graça Freitas destacou que "as crianças muito pequenas têm apresentado taxas de incidências muito baixas". Na semana de 19 a 25 de Outubro, apenas 4% dos casos foram de crianças entre os zero e os nove anos, uma faixa etária em que os dados indicam que a doença "não se propaga tão facilmente". "É uma boa notícia", acrescentou.

"Dos 10 aos 19 anos há de facto uma maior percentagem, mas que ainda é na ordem dos 9%", disse ainda a responsável da DGS.

Sobre o perfil das pessoas internadas, Graça Freitas refere que "aumenta a probabilidade de internamento com a idade", referindo que a partir dos 60 anos é quando se regista mais internamentos.

[em atualização]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.