Tempo
|
A+ / A-

Covid-19 por concelho. Lisboa aproxima-se dos mil novos casos e Porto e Paços de Ferreira com maior aumento no Norte

26 out, 2020 - 15:23 • Joana Gonçalves

Cerca de 84% dos municípios portugueses registam aumento de casos, nos últimos sete dias. Apenas 16 concelhos permanecem livres de Covid-19, em Portugal. Os dados divulgados, dão conta de apenas 81% do total de infetados, estando em falta mais de 22 mil casos.

A+ / A-

Veja também:


O boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) revela que Lisboa (+961), Sintra (+691), Porto (+624) e Paços de Ferreira (+542) são os municípios com maior aumento de infeções, nos últimos setes dias.

De acordo com o mesmo documento, Lisboa ultrapassa os nove mil infetados e o Porto supera a barreira dos três mil casos. Do total de concelhos, 258, isto é 84%, registam, pelo menos, mais um caso confirmado de Covid-19, na última semana.

O município de Borba, no distrito de Évora, junta-se à lista da DGS, com seis casos de infeção pelo novo coronavírus.

Há, neste momento, 292 concelhos portugueses com, pelo menos, três casos confirmados de Covid-19, o que representa 95% do total. Apenas 16 concelhos permanecem livres de Covid-19, em Portugal.

Alcoutim regista um decréscimo no número de casos confirmados.

A DGS optou por suspender a atualização diária da caracterização demográfica dos casos confirmados, que passou a ser alvo de uma revisão semanal, publicada à segunda-feira.

Os dados divulgados, dão conta de apenas 81% do total de infetados, registado em Portugal, estando em falta 22.825 casos. À Renascença, a Direção Geral da Saúde adianta que "o aumento do número de casos sem concelho atribuído deverá corresponder aos casos que ainda só têm informação laboratorial e que será completada nos próximos dias."

"O mais importante é termos uma tendência ao nível do concelho e, para isso, uma semana dá uma estabilidade maior aos números do que ter informação diária sempre sujeita a grande variabilidade e mais difícil de interpretar", acrescenta a DGS, em comunicado.

O diretor do serviço de doenças infecciosas do Hospital Curry Cabral tinha já admitido, também em entrevista à Renascença, atrasos no registo dos dados no SINAVE.


Covid-19 por concelho

Sabendo que a contabilização não será relativa ao total dos casos – nem acompanhará em simultâneo os dados reportados pelas autarquias - a DGS optou por disponibilizar apenas dados do SINAVE, sistema nacional de vigilância epidemiológica

Lisboa continua a ocupar o topo da tabela com um total de 9.202 infetados com o novo coronavírus, seguido de Sintra (7.454), Loures (4.164) e Amadora (3.722).

Foram registados mais 2.447 casos e 27 mortes por Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas,Foram registados mais 2.447 casos e 27 mortes por Covid-19 em Portugal nas últimas 24 horas, avança o boletim epidemiológico desta segunda-feira da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde a chegada da pandemia, Portugal tem um total de 2.343 óbitos e 121.133 infeções pelo novo coronavírus.

Esta segunda-feira há mais 98 pessoas com Covid-19 internadas nos hospitais portugueses, num total de 1.672 pacientes.

Em unidades de cuidados intensivos estão 240 doentes, um aumento de dez em comparação com o dia anterior.

Portugal tem mais 1.341 casos ativos de Covid-19, num total de 48.834. Quase 60 mil pessoas estão em vigilância, são mais 882 em relação ao último balanço da DGS.

Um total de 1.079 pessoas foram dadas como recuperadas das doença nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, quase 70 mil portugueses ficaram livres da Covid-19.

Por faixa etária, há uma morte entre os 50-59 anos, duas entre 60-69, nove nos 70-79, e 15 em pessoas com mais de 80 anos.

A região Norte é a que regista a maior subida nos casos diários: são mais 1.633 infeções e oito mortes.

Lisboa e Vale do Tejo tem mais 580 casos e 13 óbitos, o Centro regista mais 167 casos e cinco mortes, o Alentejo tem mais 24 infeções e um óbito e o Algarve soma 27 casos no último dia.

Em relação às regiões autónomas, a Madeira regista mais 11 casos e os Açores cinco.


Covid-19 por região

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José
    09 nov, 2020 Aveiro 17:11
    Considerando a discriminação de medidas restritivas de direitos constitucionais por concelho, torna-se mais do que nunca imperioso que a DGS deixe de sonegar dados fundamentais sobre os casos de Covid-19, e de uma vez por todas passe a divulgar publicamente os casos ativos de Covid-19 por concelho no seu DashBoard, e de forma a que qualquer cidadão Português possa ter acesso a essa informação de forma clara. Os casos acumulados, não dão qualquer informação relevante ao cidadão, ainda que possam ter interesse para análise estatística! Mais uma vez a DGS fica muito mal na fotografia ao optar por não divulgar os casos ativos por concelho, diria mesmo que irresponsável, pois mais do que ninguém são os cidadãos a pagar pela desinformação e gestão caótica desta pandemia! O País está bloqueado! Os serviços públicos, entraram no modo de hibernação, Centros de Saúde, Serviços de Finanças, Registis civis, etc, etc, nada funciona! E não se compreende o porquê se estes serviços estão a atender muito menos cidaddãos!? Algo de muito grave se está a passar, o estado é um navio à deriva, e sem HOMEM no LEME o destino que se advinha certo é o Naufrágio.
  • Ysaac Cavalcanti
    26 out, 2020 Algés 22:11
    Esperem para verem os números após a corrida de F1. O final o que conta é o dinheiro recebido pela realização da corrida em questão e não as vidas em jogo.