Tempo
|
A+ / A-

Entrevista Renascença

​Bruno Costa Carvalho anuncia três "Cavanis" e garante Eriksson

26 out, 2020 - 10:45 • Pedro Azevedo

Projeto da candidatura da lista C às eleições no Benfica defende a contratação de três jogadores de dimensão internacional para a equipa de futebol ter lugar na elite dos clubes da Europa. Eriksson será o diretor desportivo; José Boto é o desejado para o "scouting"; departamento de mística será inovação.

A+ / A-

Um Benfica relevante na Europa, devidamente abastecido com jogadores que permitam atingir esse patamar, é a base do projeto de Bruno Costa Carvalho, o rosto da Lista C na corrida pela presidência do Benfica.

Apostar no mercado asiático, com a transmissão dos jogos e a venda de camisolas, é uma das chaves para reforçar as finanças e, por consequência, para investir na contratação de "craques".

"O Benfica precisa de conquistar os mercados asiáticos, vendendo camisolas e mostrando os nossos jogos. Quero ter três craques conhecidos para dar competitividade à equipa e chamar a atenção dos mercados emergentes. A palavra chave é a relevância do Benfica e caminhar no sentido de num dia destes não acordarmos na segunda divisão da Europa. O Benfica precisa de ser relevante na Champions e terá de reforçar a equipa para que ganhe mais. Nós temos o caminho a nível financeiro para mostrar como isto se faz”, argumenta, em entrevista à Renascença.

Bruno Costa Carvalho defende que é "urgente" o Benfica aproximar-se dos grandes da Europa.

“Os cenários das competições internacionais estão prestes a mudar. Os grandes clubes da Europa querem cada vez mais jogar entre si e o figurino competitivo da Liga dos Campeões vai mudar. O Benfica tem urgentemente de se aproximar dos grandes da Europa. Se não o fizer ficará afastado dessa Superliga”, sustenta.

Jorge Jesus e Eriksson

Para a estrutura do futebol do Benfica, a lista C conta com Jorge Jesus e garante ter assegurada a contratação de Sven Goran Eriksson para o cargo de diretor desportivo.

“Jorge Jesus é o meu treinador. Ficará a cumprir os dois anos ou mais. Queremos um futebol de ataque, um futebol champanhe, vivo e alegre e o Estádio da Luz transformado num centro dinâmico de negócios usado todos os dias como o Bernabéu em Madrid”, detalha Bruno Costa Carvalho.

Para diretor desportivo a escolha está feita. “Temos o nome de Sven Goran Eriksson para o cargo de diretor desportivo. Está assegurado. Para o 'scouting' gostaria de contratar o José Boto”, acrescenta.

Bruno Costa Carvalho finaliza com um desejo. “Pretendo criar um departamento de mística para mostrar o que é o Benfica aos atletas que entram bem como a funcionários e aos jovens, e com um congresso de dois em dois anos para que todos entendam o que é o Benfica”.

Bruno Costa Carvalho é o rosto visível da lista C às eleições no Benfica. Em 2009 foi candidato e perdeu para Luís Filipe Vieira- Desta vez, teve de ceder a sua posição de candidato a presidente ao número dois da lista, Luís Miguel David, por não ter, ao abrigo dos atuais estatutos, 25 anos consecutivos de sócio com mais de 18 anos.

As eleições para a presidência do Benfica estavam marcadas para dia 30 de outubro, mas devido às medidas de combate à pandemia, que entram em vigor precisamente no dia 30, o ato eleitoral foi antecipado para quarta-feira, dia 28.

Concorrem Luís Filipe Vieira (Lista A), que lidera o clube desde 2003, João Noronha Lopes (Lista B), Luís Miguel David (Lista C) e Rui Gomes da Silva (Lista D).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    27 out, 2020 Trofa 08:50
    é por estas e por outras, que Luis Filipe Vieira, ganha, sejam sérios