Tempo
|
A+ / A-

Fórmula 1. Hamilton ganha em Portimão e bate recorde de vitórias de Schumacher

25 out, 2020 - 14:44 • Redação

Piloto da Mercedes venceu no regresso da Fórmula 1 a Portugal. “É um momento fenomenal para nós e o melhor de tudo é que não sou só eu. Que altura para estar vivo”, afirmou no final da corrida.

A+ / A-
Hamilton bate recorde de vitórias de Schumacher. Veja o momento
Hamilton bate recorde de vitórias de Schumacher. Veja o momento

Lewis Hamilton venceu este domingo o Grande Prémio de Portugal em Fórmula 1, disputado do Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão.

O piloto britânico da Mercedes reforça a liderança no Mundial de pilotos e bate o recorde de vitórias que pertencia ao alemão Michael Schumacher

Com seis títulos de campeão da Fórmula 1, Hamilton soma agora 92 triunfos em corridas na principal categoria do automobilismo

Hamilton venceu o Grande Prémio de Portugal com uma vantagem de 25,5 segundos para a concorrência mais próxima. O pódio em Portimão ficou completo com Valteri Bottas, também da Mercedes, e Max Verstappen, da Red Bull, em terceiro.


Charles Leclerc, em Ferrari, terminou na quarta posição, seguido de Pierre Gasly, aos comandos de um Alpha Tauri.

O espanhol Carlos Sainz (McLaren) ficou em sexto lugar, Sergio Pérez (Racing Point) em sétimo, Esteban Ocon (Renault) foi oitavo e Daniel Ricciardo (Renault) em nono.

O quatro vezes campeão do mundo Sebastian Vettel levou o seu Ferrari ao 10.º lugar e último dos pontos.

Lance Stroll, que falhou o Grande Prémio anterior por ter testado positivo à Covid-19, foi o único piloto a desistir no Autódromo Internacional do Algarve.


"Que altura para estar vivo”

No final do Grande Prémio de Portugal, Lewis Hamilton era um piloto feliz por inscrever o seu nome na história da modalidade. “Eu sabia que íamos ganhar campeonatos. Pensava que iríamos ganhar tantos? Não. Pensava que ia vencer tantas corridas? Claro que não”, confessou aos jornalistas.

“É um momento fenomenal para nós e o melhor de tudo é que não sou só eu. Que altura para estar vivo”, acrescentou o piloto britânico.

Hamilton acredita que pode continuar a bater recordes e a conquistar mais títulos com a Mercedes.

“Tenho 35 anos, ainda me sinto forte fisicamente, mas penso quando é que isso vai mudar, quando é que vais começar a perder desempenho. Mas como ficou demonstrado hoje, ainda não cheguei aí”, sublinhou.

Nas contas do mundial de pilotos, Lewis Hamilton lidera com 256 pontos. Em perseguição ao campeão do mundo estão Valtteri Botas com 179 e Max Verstappen com 162 pontos.

Na classificação de construtores, a Mercedes ocupa a primeira posição, com 435 pontos, depois do Grande Prémio de Portugal. A Red Bull Racing Honda está no segundo lugar, com 226 pontos. Racing Point fecha o pódio com 126 pontos.

A próxima corrida é o Grande Prémio de Dell'emilia Romagna, em Itália, a 1 de novembro.

Uma volta ao volante de um Fórmula 1 no circuito de Portimão
Uma volta ao volante de um Fórmula 1 no circuito de Portimão
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    25 out, 2020 Funchal 17:30
    27.500 pessoas a ver e muitas sem distância social. E eu continuo a não ver o Marítimo, num espaço para 10.000 pessoas, poderiam estar 3.000, ou não? Penso eu de que!!!