Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: Ministério aceita testes rápidos da Cruz Vermelha

23 out, 2020 - 19:30 • Redação

Os primeiros 100 mil testes deverão ser entregues na primeira semana de novembro, adianta Marta Temido

A+ / A-

Veja também:


O Ministério da Saúde aceitou a disponibilidade da Cruz Vermelha Portuguesa para o fornecimento de testes rápidos de antigénio para a Covid-19, anuncia a ministra da Saúde, Marta Temido.

Estão pré-reservados pela Cruz Vermelha 500 mil testes, a receber de forma faseada, ao abrigo de um financiamento europeu através da Federação Internacional da Cruz Vermelha.

Os primeiros 100 mil testes deverão ser entregues na primeira semana de novembro, adianta Marta Temido

Os testes rápidos serão disponibilizados e utilizados nas condições definidas por uma norma divulgada pela Direção-Geral da Saúde (DGS) até ao final desta semana.

Também nesta conferência de imprensa de balanço da pandemia, a ministra da Saúde avançou que há agora 63 escolas no país com surtos ativos de Covid-19, um aumento em relação à informação avançada na quarta-feira pela DGS.

Portugal registou o maior número de mortos diários de Covid-19, desde 24 de abril deste ano. De acordo com o boletim diário da Direção-Geral da Saúde, nas últimas 24 horas registaram-se mais 31 mortos e 2.899 infetados.

A 24 de abril deste ano, o país registou o número mais elevado de mortes durante esta pandemia, 37 em apenas 24 horas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.