Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Espanha com quase 20 mil novos casos e 231 mortos num dia, Madrid com recolher obrigatório

23 out, 2020 - 22:04 • Lusa

Nos últimos 14 dias, o índice de incidência acumulada, ou seja, de casos por cada 100 mil habitantes, é de 361,66 -- superior em mais 12 pontos ao valor da véspera.

A+ / A-

Veja também:


O Ministério da Saúde espanhol notificou esta sexta-feira 19.851 novos casos de Covid-19, 8.293 nas últimas 24 horas, pelo que o total de contágios subiu para 1.046.132 desde o início da pandemia.

Segundo os dados oficiais, foram registadas mais 231 mortes, elevando o total de óbitos para 34.752.

Madrid, que a partir de sábado entrará em regime de recolher obrigatório, continua como a comunidade espanhola com maior número de contágios nas últimas 24 horas, com 2.027 (24% do total), à frente de Aragão (1.187), País Basco (920), Catalunha (888), Galiza (530), Andaluzia (523) e Navarra (469).

Nos últimos 14 dias, o índice de incidência acumulada (casos por 100 mil habitantes) é de 361,66 (superior em mais 12 pontos ao valor da véspera), bem como a pressão hospitalar, que subiu de 11,8 para as 12,11, e a ocupação das unidades de cuidados intensivos passou de 21,85 na quinta-feira para 22,84 hoje.

Entretanto, e com a pressão dos novos casos diários, a comunidade de Madrid vai proibir as reuniões sociais a partir de sábado em toda a região desde a meia-noite até às 06:00 entre as pessoas que não vivam em conjunto, tanto em espaços públicos como privados.

A partir da próxima segunda-feira, vai restringir a mobilidade em 32 zonas básicas de saúde onde não se poderá nem entrar nem sair, salvo por razões justificadas.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.