Tempo
|
A+ / A-

Ciclismo

Veja as dificuldades que João Almeida enfrenta hoje para continuar de rosa no Giro

21 out, 2020 - 09:55 • Inês Braga Sampaio

O ciclista português lidera a classificação geral individual, à entrada para a 17.ª etapa, pelo 15.º dia seguido. A entrada nos Alpes acarreta três prémios de montanha de primeira categoria, um deles na subida à meta, e outro de terceira.

A+ / A-

Veja como será a 17.ª etapa do Giro

O pelotão da Volta a Itália entra nos Alpes, esta quarta-feira, liderado por João Almeida, que parte para o 15.º dia consecutivo de rosa.

A 17.ª etapa liga Bassano del Grappa a Madonna di Campiglio, num percurso de 203 quilómetros e com contagens de montanha especialmente duras. São quatro grandes escaladas, três de primeira categoria - a última a subida até à meta - e uma de terceira.

João Almeida (Deceuninck-QuickStep) lidera a classificação geral individual, com 17 segundos de vantagem sobre o holandês Wilco Kelderman (Sunweb), principal rival à vitória final. Na terça-feira, o português ganhou dois segundos. Em terceiro, a 2m58s, está o australiano Jai Hindley, companheiro de equipa de Kelderman.

O outro português em prova, Rúben Guerreiro, compete pela camisola azul, a da montanha. O ciclista da EF Pro, que venceu a nona etapa do Giro, soma 118 pontos. São menos 30 pontos que o líder do "ranking", o italiano Giovanni Visconti (Vini Zabu-Bradu-KTM), que leva 148.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.