Tempo
|
A+ / A-

​IEFP regista novo aumento de desempregados. No Algarve atinge os 157%

20 out, 2020 - 11:02 • Cristina Nascimento

No total, os centros do Instituo do Emprego e Formação Profissional têm inscritas mais de 400 mil pessoas.

A+ / A-

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) regista novo aumento da taxa de desempregados inscritos nos seus centros.

De acordo com os dados relativos ao mês de setembro, há agora mais 108 mil pessoas inscritas, ou seja, um aumento de 36% quando comparado com o período homólogo do ano passado.

“Para o aumento do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2019, variação absoluta, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário”, lê-se na nota do IEFP.

A mesma nota refere que a nível regional, este aumento verifica-se “na generalidade das regiões, com exceção para a Região Autónoma dos Açores” e que, dos aumentos homólogos, o mais pronunciado deu-se na região do Algarve (+157,5%).

As previsões do Governo inscritas na proposta do Orçamento do Estado para 2021 apontam para uma taxa de desemprego de 8,7% este ano e 8,2% em 2021, números mais pessimistas do que os divulgados recentemente pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). De acaordo com os dados do FMI, tornados públicos a meados de outubro, a taxa de desemprego em Portugal deverá atingir os 8,1% em 2020, baixando para 7,7% em 2021.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.