Tempo
|
A+ / A-

Volta a Itália

João Almeida sofre, mas segura a rosa antes do dia de descanso

18 out, 2020 - 15:27

Vantagem do português na liderança do Giro é agora de 15 segundos. Esta segunda-feira é dia de descanso no Giro.

A+ / A-
João Almeida sofre, mas segura a rosa antes do dia de descanso
João Almeida sofre, mas segura a rosa antes do dia de descanso

João Almeida, da Deceuninck-Quick Step, termina a 15.ª etapa em quarto lugar, sofre no alto da montanha de Piancavallo, deixa fugir o segundo classificado, que se aproxima da frente, mas segura a camisola rosa, símbolo de líder da Volta a Itália em bicicleta.

Teo Geoghegan Hart, da Ineos, venceu a etapa de 185 quilómetros, entre Rivolto e o alto de Piancavallo, ao sprint, à frente de Wilco Kelderman, da Sunweb, que se aproximou de João Almeida na classificação geral.

O jovem português esteve na frente até aos últimos 7 quilómetros, mas não resistiu ao ataque dos Sunweb (Kelderman e Jai Hindley) e teve que lutar sozinho para segurar a liderança. Perdeu 37 segundos e tem agora, apenas, 15 segundos de vantagem na geral para Kelderman, mas reforçando distâncias para os seguintes (Pello Bilbao, Rafal Majka ou Vincenzo Nibali. O terceiro lugar da classificação geral é agora de Hindley, a quase três minutos de Almeida.

"Seguramente os sete quilómetros mais difíceis, mas estou muito feliz e muito agradecido à minha equipa por todo o trabalho que fizeram por mim. Senti-me muito bem, mas houve ciclistas mais fortes hoje. Parabéns para eles. Nos primeiros dois quilómetros achei que conseguia recuperar, mas depois percebi que não tinha hipóteses e foi dar tudo, fisica e mentalmente, para avançar até à meta. Estava tão focado em fazer o melhor e manter a rosa que não quis ouvir as indicações do rádio".

O outro ciclista luso em prova, Rúben Guerreiro, da EF, perdeu a camisola azul (símbolo da liderança na montanha) para o italiano Giovanni Visconti (Vini Zabu).

Esta segunda-feira é o último dia de descanso no Giro. A última semana de prova terá várias etapas de alta montanha.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.