Tempo
|
A+ / A-

Sporting 2-2 FC Porto

Varandas. “Sabem quando é que este penálti era revertido no Dragão ou na Luz? Nunca”

17 out, 2020 - 23:38

Líder leonino criticou a arbitragem deste sábado em Alvalade e até lembrou lances antigos.

A+ / A-

O presidente do Sporting foi à sala de imprensa de Alvalade mostrar a sua indignação pela arbitragem de Luís Godinho.

Frederico Varandas lembra o lance entre Zaidu e Pedro Gonçalves, em que uma grande penalidade e expulsão foram revertidas após a intervenção do VAR.

"Hoje o Sporting está triste porque perdeu dois pontos e acho que o futebol português também está triste porque teima em não mudar. Já vi o lance várias vezes, e só faço uma pergunta: este mesmo lance, este possível penálti, sabem quando é que era revertido no Estádio do Dragão ou na Luz? Nunca, nunca”, refere Varandas.

O líder leonino acrescenta que “o árbitro vê empurrão nas costas, assinala penálti, depois o VAR analisa se há intensidade, se é dentro ou fora da área. É o costume. O VAR deve analisar num erro clamoroso. Para mim é penálti, é. O jogador leva um encosto no ar, para mim é penálti. Foi marcado, em Alvalade, é revertido”.

Depois, o presidente do Sporting lembra lances de outros jogos: “Vi em Tondela o Doumbia ser pisado, o árbitro bem a mostrar o vermelho, o VAR chamou e reverteu em amarelo. Também vi um penálti claríssimo em Moreira de Cónegos que o mesmo VAR de hoje não viu. O VAR chamou o árbitro, viu mas o árbitro continuou a achar que não era penálti."

“São estas coisas que acontecem no futebol português mas sobretudo ao Sporting”.

“Infelizmente, em Portugal, para triunfar só por mérito, é muito difícil. No futebol ainda mais. Não interessa se a pessoa foi apanhada em escutas, se tem processos judiciais, interessa é se tem poder, se ganhou e aí todos prestam vassalagem”, referiu.

Frederico Varandas reforça que “o Sporting dá todo o apoio ao presidente da arbitragem mas já disse isto três vezes: Se os soldados não prestam, encostam-se. E se virmos, há um denominador comum muitas vezes. Há valores que o Sporting não abdica, não vamos fazer o que se fazia, não vamos jogar sujo. Mas se tivermos de gritar, vamos gritar bem alto. Custe o que custar, vamos vencer."

O Sporting empatou 2-2 com o FC Porto em Alvalade.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.