Tempo
|
A+ / A-

Novo recorde. Mais 2.608 casos e 21 mortes por Covid-19 em Portugal

16 out, 2020 - 13:01 • Redação

Número de pessoas internadas com Covid-19 ultrapassou esta sexta-feira o milhar. Metade das novas infeções fora registadas na região Norte, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde.

A+ / A-

Veja também:


Portugal regista mais 2.608 casos e 21 mortes por Covid-19 no espaço de um dia, avança esta sexta-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um novo máximo, que supera o recorde verificado na quinta-feira.

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico, o país contabiliza mais de duas mil infeções pelo terceiro dia consecutivo.

Desde abril que não eram registadas tantas mortes por Covid-19. Segundo dados oficiais, Portugal registou em 3 de abril 37 vítimas mortais, o maior número diário de óbitos desde o início da pandemia.

Desde a chegada da pandemia no final de fevereiro, Portugal regista 2.149 mortes e 95.902 casos da doença.

Há agora um total de 1.015 pessoas internadas nos hospitais portugueses, são mais 22 em relação a quinta-feira.

Em unidades de cuidados intensivos estão 144 pessoas com Covid-19, um aumento de cinco em 24 hora, indica a DGS.


Há agora mais 1.602 casos ativos da doença, num total de 37.687, indica a Direção-Geral da Saúde.

As equipas de saúde têm em contacto de vigilância mais 183 pessoas, num total de 51.784.

Em relação aos recuperados, 985 pessoas ficaram livres da Covid-19 no último dia, indica a DGS.

O Norte do país continua a ser a região com mais casos diários (51,7%). Esta quinta-feira tem 1.350 novas infeções e dez mortes.

Lisboa e Vale do Tejo regista mais 725 casos de Covid-19 (27,8%) e nove óbitos.

A região Centro regista mais 323 casos, o Alentejo 150, o Algarve 44, Açores quatro e Madeira 12.

Na conferência de imprensa desta sexta-feira de balanço da pandemia, a diretora-geral da Saúde, admitiu uma "enorme pressão" sobre as equipas de saúde pública e anunciou que vão ser reforçadas por alunos dos últimos anos do curso de Enfermagem, que vão para o terreno com supervisão.

Face à evolução da pandemia, a Direção-Geral da Saúde também está a reequacionar presença de público no Grande Prémio de Fórmula 1, que vai decorrer este mês no Autódromo Internacional do Algarve, e noutros eventos desportivos, avançou Graça Freitas.

Já o secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, revelou que a aplicação StayAway Covid foi descarregada por 1.683 milhões de pessoas.

Portugal passou de situação de contingência a estado de calamidade às 00h00 de quinta-feira. Entre as novas restrições está o limite de ajuntamentos a cinco pessoas na rua e a 50 em casamentos e batizados e proibição das festas académicas. O Governo quer também tornar obrigatório o uso de máscara em locais públicos movimentos, bem como a utilização da aplicação Stayaway Covid, no contexto laboral, académico, nas forças armadas e de segurança e na Administração Pública em geral.

EVOLUÇÃO DA COVID-19 EM PORTUGAL

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.