Tempo
|
A+ / A-

Augusto Inácio admite candidatar-se à presidência do Sporting

06 out, 2020 - 12:49 • Carlos Dias com Redação

Antigo jogador, treinador e dirigente de Alvalade critica atitude de "quero, posso e mando" de Frederico Varandas e companhia. "Quem é sportinguista e vê o que se está a passar não pode olhar para o lado e assobiar", frisa.

A+ / A-

Augusto Inácio admite, em entrevista a Bola Branca, candidatar-se à presidência do Sporting nas próximas eleições.

O antigo jogador, treinador e dirigente do clube de Alvalade considera que "quem é sportinguista e vê o que se está a passar" no clube "não pode olhar para o lado e assobiar".

"Poderei dizer que é um assunto que eu estou a ponderar, como é evidente. Estou a pensar seriamente. Há pessoas que têm falado comigo para realmente eu avançar, só que eu entendo que, como não estamos em eleições, há que ponderar bem antes de dar um passo em frente", sustenta o antigo diretor geral para o futebol.

Inácio condena atitudes autocráticas


Siga ou não em frente, Augusto Inácio insurge-se contra a atitude de "quero, posso e mando" de Frederico Varandas e seus pares.

“A maneira como se portam e como se comportam não é realmente compatível com a união dos sportinguistas. Acho que fazem tudo para desunir os sportinguistas, não dão cavaco a ninguém, não dizem nada, parece que são donos e senhores dos lugares onde estão e esquecem-se que os donos e senhores do Sporting são os sócios do Sporting Clube de Portugal”, argumenta.

Inácio entende,que os sócios do Sporting se sintam "traídos pela forma como estão a ser dirigidos" e pela forma como esta direção comunica, que carece de "maior respeito" por quem a elegeu.

“O Sporting não é isto, o ADN do Sporting não é este, o ADN do Sporting é um clube mais unido do que realmente está”, atira.

Contudo, com Varandas no poder, Inácio considera que "não é o momento para tomar uma decisão" sobre uma futura candidatura.

"É um momento de reflexão e de pensar se, realmente, um dia mais tarde poderei ser ou não candidato", esclarece o treinador.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.