EUA

Trump sai do hospital para saudar apoiantes e médico diz que é "loucura"

05 out, 2020 - 12:47 • Sofia Freitas Moreira (edição) Reuters (imagens)

Trump deixou brevemente o hospital numa caravana de veículos para saudar apoiantes que se encontravam reunidos no exterior e, pouco depois, regressou ao Centro Médico Militar Walter Reed. O presidente norte-americano deixou o hospital num SUV blindado e permaneceu no veículo, com máscara.O dr. James Phillips, médico no Walter Reed, escreveu no Twitter: “Cada pessoa no veículo durante aquele 'passeio' presidencial completamente desnecessário precisa agora de ser colocado em quarentena por 14 dias. Eles podem ficar doentes. Eles podem morrer. Tudo para um teatro político comandado por Trump para colocar suas vidas em risco. Isto é loucura."

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    05 out, 2020 Funchal 14:38
    Dum americano populista, não é loucura é hábito. O homem sempre foi assim, desde menino.