Tempo
|
A+ / A-

PSP deteta quase mil idosos em risco desde maio

01 out, 2020 - 08:01 • Marta Grosso

É o resultado da operação “Solidariedade não tem idade”, divulgado no Dia Internacional do Idoso, que se assinala nesta quinta-feira. PSP recorda importância da pulseira Estou Aqui Adultos.

A+ / A-

A PSP detetou 891 idosos em situação de risco, a maioria dos quais foram encaminhados para instituições de apoio.

“508 eram de risco mais elevado”, tendo sido “detetadas fragilidades” de várias ordens: “infraestruturais, idosos que vivem em solidão, que precisam de assistência médica, pessoas que não têm a possibilidade de garantir uma vida autónoma e que precisam de algum apoio”, refere à Renascença o intendente Hugo Guinote, da PSP.

Durante quatro meses, a Polícia de Segurança Pública teve em curso 9.ª edição da operação “Solidariedade não tem idade” (entre 18 de maio e 25 de setembro), que decorreu em Portugal Continental e nas Regiões Autónomas.

Nesta edição, estiveram envolvidos 2.150 polícias, que concretizaram 6.286 contactos individuais. Deste total, 991 foram sinalizados às entidades parceiras nas redes sociais locais, porquanto 891 foram considerados em contexto de risco e, destes, 508 foram de imediato encaminhados para instituições de apoio.

Face à atual situação de pandemia, a PSP também promoveu ações de fiscalização em 882 lares e centros de dia, em colaboração com as delegações de Segurança Social.

A divulgação dos resultados acontece neste Dia Internacional do Idoso, criado pela ONU em 1991 com o objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa.

Estou Aqui Adultos. Mais de seis mil pulseiras a circular

Criado em 2015, o programa Estou Aqui Adultos – que consiste numa pulseira com um número associado à identificação do utente e a um contacto – funciona como um meio de rápida sinalização de pessoas desaparecidas.

Até à data, foram distribuídas 6.547 pulseiras, refere a PSP no comunicado enviado às redações, tendo 12 sido ativadas em situações em que o portador se encontrava desorientado e desacompanhado.

Nestas situações, a pessoa portadora da pulseira é acompanhada pela polícia até à sua família.

Entre as 12 situações reportadas, algumas houve em que o agente levou o idoso ao encontro da família antes de a sua ausência ter sido comunicada a qualquer autoridade.

O Estou Aqui Adultos encontra-se disponível durante todo o ano.

No âmbito do Dia Internacional do Idoso, a PSP apela a toda a sociedade que apoie e promova a atividade dos cidadãos seniores, “nomeadamente sinalizando situações de risco e debilidade" através do e-mail Proximidade (proximidade@psp.pt).


Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.