Tempo
|
A+ / A-

Covid-19: DGS promete para breve plano para o Santuário de Fátima

29 set, 2020 - 13:40 • Redação

Santuário de Fátima aguarda orientações da DGS não tendo ainda, a 15 dias da peregrinação de outubro, o plano de contingência validado para receber os peregrinos.

A+ / A-

Veja também:


A Direção-Geral da Saúde (DGS) não se quer comprometer com datas, mas à Renascença garante que o plano de contingência para a peregrinação de 13 de outubro será apresentado em breve.

Por agora, o Santuário de Fátima mantém-se à espera das orientações da DGS não tendo ainda, a 15 dias da peregrinação, o plano de contingência validado para receber os peregrinos.

A peregrinação de 12 e 13 de outubro será presidida pelo bispo de Setúbal e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, o santuário lembra que “para esta esta última grande peregrinação do ano” tinha convidado o arcebispo metropolita do Panamá, D. José Domingo Ulloa, que no entanto “não pode marcar presença na Cova da Iria devido à conjuntura mundial”.

A peregrinação internacional aniversária de outubro celebra a sexta aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, em 1917, na qual “anunciou aos videntes o fim da guerra, deixou apelos à conversão, à reparação e à oração do Rosário”, recorda ainda o comunicado.

O plano do Santuário de Fátima para o próximo 12 e 13 de outubro foi entregue há uma semana à Direção-Geral da Saúde, para apreciação, sem que tenham sido divulgados pormenores. Os responsáveis do Santuário só irão pronunciar-se depois de conhecido o parecer da autoridade de saúde, que ainda não foi comunicado oficialmente.

A recente peregrinação de 12 e 13 setembro, que coincidiu com um fim de semana, registou uma afluência que não era esperada, face à que tinha sido a experiência dos últimos meses em Fátima, o que obrigou o Santuário a fechar as entradas no recinto, por ter atingido a lotação de segurança prevista no seu plano de contingência. Foi a primeira vez que tal aconteceu durante o período de desconfinamento, confirmou na altura Carmo Rodeia, a porta-voz do Santuário.

O plano do santuário para a última peregrinação aniversária do ano deverá acautelar situações de risco, tendo em conta o número crescente de casos de covid-19 no país.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.