Tempo
|
A+ / A-

Megaoperação da PSP em Lisboa, Sintra, Leiria Batalha e Pombal

29 set, 2020 - 09:09 • Redação

Operação "Rotas Cruzadas 2" combate o tráfico de droga conta com 30 operacionais.

A+ / A-

Está no terreno a operação “Rotas Cruzadas 2” contra o tráfico de droga nos concelhos de Lisboa, Sintra, Leiria, Batalha e Pombal.

À Renascença, o comissário André Antunes revela que já foram detidas três pessoas e apreendidas armas, heroína, cocaína, dinheiro e viaturas. Nesta operação participam 30 agentes.

“A Polícia de Segurança Pública de Leiria, através da sua esquadra de Investigação Criminal, está a desenvolver uma operação ode combate ao tráfico de droga, com a realização de oito buscas domiciliárias e oito buscas não domiciliárias,” pode ler-se na nota enviada à redação.

A PSP remete para mais tarde os resultados finais desta ação.

O processo estava em investigação há cerca de dois anos e é o mesmo que em junho levou apreensão de mais de 18 quilos de várias drogas e a detenção de 17 suspeitos.

Nessa altura, a PSP de Leiria, através da Esquadra de Investigação Criminal, apreendeu 10 quilos de haxixe e deteve 17 pessoas, no âmbito da operação "Rotas cruzadas".

Foram então detidos cinco mulheres e 12 homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 44 anos, pela prática de vários crimes, em especial o de tráfico de droga.

Foram apreendidos 10.689 gramas de haxixe, 6.559 gramas de liamba, 876 gramas de MDMA (em cristais), 92 gramas de cocaína e 34 plantas de canábis.


[em atualização]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.