Tempo
|
A+ / A-

Ensino Superior

​Mais estudantes? É preciso “garantir que não abandonam” os estudos, diz ministro

27 set, 2020 - 12:15 • Pedro Filipe Silva , Cristina Nascimento

Ministro da Ciência e Ensino Superior diz que, apesar do aumento de alunos, os acordos com unidades hoteleiras vão permitir colmatar a falta de alojamento nas residências universitárias.

A+ / A-

Veja também:


O ministro da Ciência e Ensino Superior mostra-se satisfeito com o aumento de alunos colocado no Ensino Superior, mas lembra que é importante combater o abandono escolar e garantir condições para que terminem os seus cursos.

“Temos que garantir que eles prosseguem os estudos, que não abandonam e que se graduam porque é uma oportunidade única de termos mais estudantes e mais graduados no Ensino Superior em Portugal”, diz o governante à Renascença.

Manuel Heitor destaca ainda um sinal claro de “diversificação de escolhas e um aumento nas colocações em primeiras opções”.

“É muito importante, termos mais jovens colocados nas suas opções”, diz.

Questionado sobre a falta de camas para os estudantes universitários, o ministro nega que o cenário seja “preocupante” e lembra os acordos que estão a ser feitos com unidades hoteleiras.

“Temos muitos novos estudantes, temos também um compromisso grande de abertura dos alojamentos locais e dos hotéis que, obviamente, têm uma capacidade instalada grande. Foram e estão a ser feitos um conjunto de acordos com associações de hotéis locais e de alojamentos locais em todo o país. É um esforço conjunto, mas é também uma oportunidade”, remata o ministro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    28 set, 2020 Trofa 08:50
    Será que o Sr. Ministro vive no mundo real, no Porto estão a pedir 500 € por um quarto, acha que maior parte dos alunos tem condições para pagar isto? Tenham vergonha. No Porto, existe o antigo presidio militar ao abandono, deviam ter arranjado aquele edifico, que dá um bom alojamento, isto é apenas um exemplo
  • Ivo Pestana
    27 set, 2020 Funchal 17:04
    É verdade e além disso existem cursos que não servem para nada. Só para dar algo a alguém, singular ou coletivo.
  • esteves ayres
    27 set, 2020 Cascais 12:44
    Não basta só dizer que temos mais ingressos às Universidades - sabemos que muitos dos alunos vão ficar pelo caminha, e, porquê, porque as suas famílias, não vão ter condições económicas para suportar as propinas (e não só), até lá este governo do PS de Costa tutelado por Cavaco, vai continuar a fazer propaganda até às próximas eleições, apoiado pela direita e a dita esquerda...