Tempo
|
A+ / A-

Presidenciais 2021

Ana Gomes: “A minha candidatura é pela defesa dos injustiçados e Paulo Pedroso é um injustiçado”

25 set, 2020 - 16:16 • Fábio Monteiro

Socialista diz ter reagido com “satisfação” ao apoio declarado pelo Livre à sua candidatura presidencial. Mas frisa: “Aceito apoios, não negoceio compromissos com ninguém.”

A+ / A-

É “com muito orgulho” que Ana Gomes vai acolher o ex-dirigente e militante socialista Paulo Pedroso na “estrutura organizativa” da sua campanha, garantiu a candidata presidencial, em declarações à Renascença.

A ex-eurodeputada do PS, que compareceu ao lado de Elisa Ferreira de surpresa nas Jornadas do Interior, que decorrem esta sexta-feira numa unidade hoteleira das Termas de Monfortinho, no distrito de Castelo Branco, garantiu ter “total confiança” em Pedroso e relembrou que este foi inocentado no processo Casa Pia.

“A minha campanha é pela defesa do Estado de Direito, pela defesa da Justiça como pilar do funcionamento do Estado de Direito, e naturalmente pela defesa dos injustiçados, e Paulo Pedroso é um injustiçado”, afirmou.

Ana Gomes fez questão de sublinhar que Paulo Pedroso foi “completamente inocentado pelos tribunais portugueses e pelo Tribunal Europeu de Direitos Humanos, em Estrasburgo, que condenou o Estado português pela forma como ele [o ex-militante socialista] foi tratado.”

Na mesma conversa, a socialista disse ainda ter reagido com “satisfação” ao apoio declarado pelo Livre à sua candidatura presidencial. “A minha candidatura é uma candidatura independente, pessoal, estou aberta a todas as contribuições de todos os democratas, de todas as forças democráticas”, disse.

Mas frisou: “Aceito apoios, não negoceio compromissos com ninguém.”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    26 set, 2020 15:52
    Cuidado Dra Ana, muitos têm vida dupla e não está escrito na testa.
  • Americo
    26 set, 2020 Leiria 00:14
    Injustiçado ? E Sócrates ?