Tempo
|
A+ / A-

Lisboa. Escola Básica das Laranjeiras reabre esta terça-feira

22 set, 2020 - 06:48 • Redação

As aulas foram suspensas por falta de assistentes, após uma delas ter testado positivo para Covid-19 e outras três ficaram em isolamento.

A+ / A-

Afinal, reabre esta terça-feira a Escola Básica das Laranjeiras, depois da Câmara de Lisboa ter assegurado a colocação de mais quatro assistentes operacionais.

As aulas do 1.º ciclo foram suspensas por falta de assistentes, após uma delas ter testado positivo para Covid-19 e outras três ficaram em isolamento.

Através de um comunicado enviado à redação, a autarquia revela que “não foi previamente informada sobre as dificuldades com o número de funcionários” e lembra as orientações do Ministério da Educação, que não permitem aos diretores de agrupamento encerrar uma escola.

A mesma nota diz que no início do ano letivo, a autarquia contratou mais 100 assistentes operacionais para reforçar o número de funcionários nas escolas. “Graças a esta bolsa de funcionários, e mesmo com a infeção, entretanto detetada, a Escola Básica das Laranjeiras tinha assistentes operacionais em número suficiente (9) para ter equacionado soluções que mantivessem a escola a funcionar - de acordo com as orientações do Ministério da Educação e da Direção-Geral de Saúde.”

De acordo com o Agrupamento de Escolas das Laranjeiras, numa nota enviada no domingo à tarde aos encarregados de educação e à qual a Lusa teve acesso, o encerramento da escola básica deveu-se a “não haver assistentes operacionais (AO) em número suficiente, uma vez que uma AO testou positivo à Covid-19 e, em sequência, outras três vão ser testadas e ficar em isolamento”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.