Tempo
|
A+ / A-

D. Anacleto Oliveira

D. José Ornelas recorda “uma mente muito lúcida que sentia bem a Igreja”

18 set, 2020 - 21:06 • Vítor Mesquita , Filipe d'Avillez

O bispo de Viana do Castelo morreu esta sexta-feira, de forma inesperada. O presidente da Conferência Episcopal recorda um homem culto que pensava a Bíblia e a punha ao serviço da ação pastoral.

A+ / A-

A morte inesperada de D. Anacleto Oliveira, depois de um acidente de automóvel esta sexta-feira, deixou o presidente da Conferência Episcopal em estado de choque.

D. José Ornelas, bispo de Setúbal, diz que este momento deve ser vivido “na esperança” cristã.

“É uma notícia muito triste para nós todos, para mim concretamente, recebi-a há momentos e estou ainda em choque, porque é claramente inesperada e trágica. Mas nós aceitamos e sabemos que estes momentos são vividos na esperança que sempre acompanhou D. Anacleto”, diz o bispo de Setúbal.

“Certamente que perdemos um amigo, um grande bispo, e eu falo a partir da Conferência Episcopal onde me habituei a vê-lo com uma mente sempre muito lúcida, muito aberta, muito universal, sentindo bem a Igreja em Portugal e no mundo, mas ao mesmo tempo abrindo-se a novas perspetivas.”

“As conversas com ele eram sempre muito enriquecedoras porque iluminadas particularmente pela sua condição de biblista e de homem que pensava a Bíblia e que a punha ao serviço da ação pastoral que lhe foi pedida, ao serviço concretamente, agora, da diocese de Viana do Castelo”, conclui D. José Ornelas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.