|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Prémio Leão do Futuro

Ana Rocha de Sousa. "Quando se aborda um caso destes, há uma responsabilidade grande"

16 set, 2020 - 14:42 • Miguel Coelho , Pedro Silva (vídeo) e Miguel Rato (fotos)

Realizadora portuguesa foi distinguida com dois prémios no Festival de Cinema de Veneza, com o filme "Listen", sobre adoções forçadas no Reino Unido. À Renascença, a também atriz diz que entusiasmo e reconhecimento é como "um abraço", uma "sensação única".

A+ / A-
Ana Rocha de Sousa n
Clique para ver a entrevista a Ana Rocha de Sousa n'As Três da Manhã

A realizadora portuguesa Ana Rocha de Sousa esteve esta quarta-feira no programa da Renascença "As Três da Manhã", para falar do seu novo filme, "Listen", distinguido na semana passada com o Leão do Futuro e o prémio do júri do Festival de Cinema de Veneza.

"Acho que ninguém faz [filmes] para ser premiado, mas quando acontece é um abraço, uma coisa única e incrível", diz. "Percebemos imediatamente que as pessoas naquela sala abraçaram o filme."

A ideia para "Listen", filme sobre um casal que tem de dar os três filhos para adoção no Reino Unido, partiu de "um caso específico", que inspirou uma "investigação" da realizadora que a levou a descobrir "uma avalanche de casos de adoções forçadas".

"Quando se aborda um caso destes há uma responsabilidade grande", reconhece Ana Rocha de Sousa. Veja a entrevista.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.