|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Covid-19

Capacidade de testes vai chegar a 21.700 por dia no SNS

16 set, 2020 - 21:45 • Lusa

Atualmente o Serviço Nacional de Saúde é responsável por perto de metade dos testes. Vão ser investidos mais de 8 milhões de euros para reforçar esta posição.

A+ / A-

Veja também:


A ministra da Saúde disse esta quarta-feira que está a haver um aumento da capacidade de testagem da Covid-19 e que o objetivo é disponibilizar 21.700 testes diários apenas no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Marta Temido lembrou, durante a conferência de imprensa regular para atualização de informação sobre a pandemia de Covid-19 em Portugal, que se evoluiu de uma situação em que apenas o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge fazia testes para uma em que há uma rede de 102 prestadores que fazem esses testes, de laboratórios e hospitais do Estado a laboratórios privados e universidades.

O SNS, disse, é responsável por 48% dos testes “e o objetivo é disponibilizar 21.700 testes por dia, apenas no SNS” um valor que é atualmente de 14.413. Para tal, acrescentou, está a ser feito um investimento de 8,4 milhões de euros.

Os parceiros privados e as universidades têm uma capacidade de 6.700 testes por dia e potencial para atingirem 11.000 testes diários, disse também.

Marta Temido lembrou que esta quarta-feira mesmo foi assinado um protocolo entre o Instituto de Medicina Molecular, a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a Cruz Vermelha Portuguesa, “que possibilita o acesso a 3.500 testes por dia”.

Segundo Marta Temido o dia que até agora se fizeram mais testes foi em 11 de setembro, com 21.976, alguns de repetição.

Na conferência de imprensa a ministra disse ainda que está a ser preparado um plano para fazer face ao outono e o inverno.

Sobre a aplicação “Stayaway Covid” Marta Temido disse que até esta quarta-feira de manhã já tinha sido descarregada 879 mil vezes e que foram introduzidos 23 códigos, de 23 pessoas que estão positivas à doença.

A ministra pediu atenção para que não se descarreguem por engano outros produtos e disse que a aplicação está disponível para descarregar nas páginas da internet do Ministério da Saúde e da Direção-Geral da Saúde.

Na mesma conferência de imprensa a diretora-geral da saúde, Graça Freitas, disse também que está a ser criado um grupo que fará uma “proposta de um referencial sobre eventos de massas”, dada a nova fase da epidemia, da dinâmica dos vírus e do conhecimento que se tem dele.

Esse referencial, disse, será depois adaptado às circunstâncias, ao tipo de eventos e ao tipo de circulação das pessoas.

Graça Freitas disse não ter conhecimento de nenhum caso de infeção relacionado com algum evento de massa.

Portugal contabiliza pelo menos 1.878 mortos associados à Covid-19 em 65.626 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da DGS.

A nível mundial a pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 936.095 mortos e mais de 29,6 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Pedro Palma
    17 set, 2020 15:01
    Tenham algum cuidado com as fotos nojentas que apresentam.