|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Rio Ave joga na Bósnia a sonhar com a fase de grupos da Liga Europa

16 set, 2020 - 09:16 • Redação

António Silva Campos destaca o difícil sorteio nas pré-eliminatórias, fora de portas frente ao Borac, e contra o Besiktas no "play-off".

A+ / A-

António Silva Campos, presidente do Rio Ave, não esconde que o objetivo da equipa de Vila do Conde é chegar à fase de grupos da prova, em declarações no aeroporto do Porto, antes da partida para a Bósnia, onde a equipa vai defrontar o Borac.

"O objetivo é a fase de grupos. O sorteio não é muito favorável, para além de jogarmos fora novamente, depois teremos o Besiktas, que é uma equipa de Liga dos Campeões, com um orçamento que não se pode comparar ao nosso. Temos de acreditar, estamos muito focados neste jogo e queremos mostrar dentro de campo que somos melhores", disse. aos microfones da "Sport TV".

O responsável máximo do Rio Ave destaca a experiência do clube na Liga Europa, com a quarta presença em seis anos.

"Temos uma esperança muito forte. Teremos um jogo diferente, contra uma equipa que já está habituada às competições europeias, mas também temos uma certa experiência, com quatro presenças em seis anos. Nunca vamos desvalorizar os adversários", acrescenta.

Para chegar à fase de grupos da prova europeia, Silva Campos destaca a dificuldade de jogar duas vezes fora de casa, sem oportunidade de uma segunda mão no Estádio dos Arcos: "Não vamos ter essa oportunidade de corrigir um resultado mau em casa, vai ser o mata-mata".

Impacto das saídas e a busca por um "6"

Silva Campos não esconde o impacto da saída de Nuno Santos e Mehdi Taremi, dois jogadores fundamentais na boa temporada do Rio Ave na última temporada. Ainda assim, o dirigente vê um plantel equilibrado, agora com Mário Silva no comando técnico.

"Sentimos expectativa, saíram dois jogadores nucleares, que foram muito importantes na última época, mas contratamos bem. Consideramos que temos uma equipa equilibrada, muito forte e sempre com o pensamento na vitória", disse.

O mercado continua aberto e o Rio Ave está em busca de um médio-defensivo para substituir a saída de Al Musrati.

"No mínimo, temos de contratar um '6', porque não substituímos o Al Musrati. Estamos a lutar contra o tempo, temos de estar atentos, a qualidade tem um custo muito alto. O mercado está a decorrer e vamos ter calma", disse.

O Rio Ave joga na quinta-feira em casa do Borac, na Bósnia, às 19h00, em partida a contar para a terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.