Parlamento Europeu

Estado da União. Von der Leyen quer salário mínimo europeu, igualdade e defesa do ambiente

16 set, 2020 - 13:35 • Sofia Freitas Moreira (edição) Reuters (imagens)

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou, esta quarta-feira, perante o Parlamento Europeu, em Bruxelas, que vai propor em breve um quadro legal com vista a garantir um salário mínimo para todos os cidadãos na Europa. No primeiro discurso do Estado da União da alemã enquanto presidente do executivo comunitário, defendeu os direitos da comunidade LGBTQI na Europa, referindo-se à situação vivida na Polónia e anunciou, ainda, uma nova meta comunitária para redução de emissões poluentes, que passa a ser de 55% até 2030.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.