Tempo
|
A+ / A-

Covid-19 em Portugal

Queixas dos serviços de saúde aumentam quase 80% desde início da pandemia

15 set, 2020 - 14:49 • Joana Gonçalves

Setor privado recebeu maioria das reclamações. Farmácias, hospitais públicos e centros de saúde no top das queixas submetidas no Portal da Queixa. Foram mais de três mil desde março.

A+ / A-

Veja também:


O Portal da Queixa recebeu mais de três mil reclamações dirigidas ao setor da Saúde, desde março, mês que marca o início da pandemia de Covid-19 em Portugal, até 14 de setembro, final do estado de alerta.

Quando comparado ao mesmo período do ano anterior este valor representa um aumento de 77%. O setor privado regista 58% do total de reclamações (1.734), e o setor público 42% (1.278 queixas).

A análise do Portal da Queixa ao setor privado de Saúde permitiu identificar que o principal problema relatado pelos consumidores, no que se refere a hospitais e clínicas privadas, está relacionado com a faturação errada de valores indevidos (43%). Seguem-se as cobranças de taxas de kits de proteção Covid-19 (23%) e o alegado mau atendimento (12%).

No que se refere às queixas dirigidas aos laboratórios de análises clínicas, 27% estão relacionadas com os rastreio à Covid-19.

De acordo com o mesmo estudo, desenvolvido pela equipa do Portal da Queixa, as farmácias, os hospitais públicos, os centros de saúde o os hospitais privados são as entidades com maior número das reclamações. As farmácias, comparativamente com o período homólogo, registam o maior crescimento do número de queixas, uma subida de 284%.

O principal problema reportado foi a venda de máscaras (58%), devido ao enorme tempo de espera e escassez do produto, seguindo-se o exponencial aumento dos preços praticados do álcool gel desinfetante, que geraram 37% das queixas.

Os centros de saúde registaram como principal motivo de reclamação a dificuldade de contacto para a marcação de consultas (56% das queixas).

No topo das insatisfações dirigidas aos hospitais públicos, o mau atendimento e o serviço prestado representaram 21% das reclamações dos consumidores.

A nível geográfico, o Portal da Queixa identificou que os distritos em que os portugueses mais reclamaram do setor público de Saúde foram: Lisboa, Porto e Setúbal.

Evolução do número de novos casos de Covid-19 em Portugal

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.