|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Eurythmia

Covid-19. Colégio encerra no Porto após quatro profissionais testarem positivo

15 set, 2020 - 20:30 • Lusa

Diretora do colégio privado com valências de creche e pré-primária diz que tem estado, “desde o início, em contacto com a equipa da Direção-Geral de Saúde (DGS) e a seguir todos protocolos e recomendações”.

A+ / A-

Veja também:


O Colégio Eurythmia, no Porto, que tem valências de creche e de ensino pré-escolar, encerrou na segunda-feira, depois de quatro profissionais terem testado positivo para a covid-19, avançou hoje à Lusa a sócia-gerente do equipamento escolar.

Em declarações à Lusa, Joana Cunha avançou hoje que, depois da direção do equipamento ter tido conhecimento de que três profissionais testaram positivo para a covid-19, decidiu encerrar o colégio para que fosse feita uma desinfeção geral do espaço.

Já depois de encerrado o espaço, outro membro da equipa viria a testar também positivo, contou a responsável, acrescentando estar “desde o início em contacto com a equipa da Direção-Geral de Saúde (DGS) e a seguir todos protocolos e recomendações”.

Segundo Joana Cunha, os profissionais já foram todos testados, sendo que alguns testaram negativo para a covid-19 e outros aguardam resultado.

À Lusa, a sócia-gerente do colégio adiantou ainda que alguns pais “por precaução” decidiram testar os filhos e, até ao momento, “nenhuma criança da creche ou ensino pré-escolar testou positivo” para o novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 929.391 mortos e mais de 29,3 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.875 pessoas dos 65.021 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.