|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Benfica

Jesus lamenta eliminação da Champions. "Sentíamos que podíamos ir muito longe"

15 set, 2020 - 21:45 • Redação

O treinador considera que o Benfica "foi mais equipa" diante do PAOK. Contudo, a lei do golo ditou o afastamento precoce.

A+ / A-

Jorge Jesus não escondeu a desilusão após a eliminação do Benfica da Liga dos Campeões, esta terça-feira. O treinador sentia que, passada a fase preliminar, o Benfica podia "ir muito longe" na prova europeia.

O Benfica perdeu no terreno do PAOK, por 2-1, e ficou fora da Champions logo à terceira pré-eliminatória, no primeiro jogo oficial de Jorge Jesus. Em declarações à BTV, no final da partida, o técnico salientou que o Benfica "foi mais equipa, mas o que importa é quem marca".

"Sentíamos que se passássemos esta fase podíamos ir muito longe. O Benfica dominou toda a primeira parte, o PAOK quase não rematou. Na segunda parte, já dividimos mais o jogo e permitimos facilidades. Acabaram por entrar na nossa última linha com duas diagonais que nos 'mataram'. Mas o Benfica foi uma equipa com muita qualidade ofensivamente, criou muitas oportunidades. Não marcámos as oportunidades que criámos. Não mostrámos no resultado, mas somos melhor equipa que o PAOK", acrescentou, já à TVI24.

Embora o Benfica tenha "valor para continuar esta caminhada", Jesus não escondeu que "a equipa ainda não está numa organização defensiva tão forte" como deseja, algo que custou dois golos. Do outro lado, houve um muro: "O guarda-redes do PAOK tirou-nos dois ou três golos."

Sair da Liga dos Campeões é um "passo atrás", porque o Benfica sonhava "fazer coisas interessantes" e "chegar o mais longe possível".

O Benfica terá, agora, de se concentrar no campeonato. A equipa de Jorge Jesus entra em ação na sexta-feira, às 19h00, em Famalicão.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Americo Anastacio
    16 set, 2020 Leiria 11:01
    "... Não mostrámos no resultado, mas somos melhor equipa que o PAOK...diz Jesus. Portugal é pequeno demais para o Benfica, diz Vieira. Estão bem assim um para o outro.
  • Petervlg
    16 set, 2020 Trofa 10:47
    o homem (JJ), de facto disse que é zero pressão
  • Juíz Vermelho
    16 set, 2020 Catedral da Luz 10:01
    Há 2 tipos que dormiram muito mal esta noite: o treinador e o (ainda) Presidente. Um porque apesar de 82 milhões em reforços e 12 milhões numa equipa técnica enorme, apresentou um "ataque de pólvora seca", e uma "Defesa de papel" com muitos dos erros da época passada, isto para não falar dum inexplicável "desaparecimento" da equipa na segunda parte onde diminuíram o ritmo e pareciam andar perdidos em campo. O (ainda) Presidente, porque além da pressão do Ministério Público, gastou uma pequena fortuna em "reforços" para agora ir parar à segunda divisão europeia, onde não vai ter receitas, não vai conseguir por jogadores na montra para vender por alto preço, não pode capitalizar para as Eleições o êxito de ir à Champions, e em contrapartida, tem uma folha salarial que mete medo ao susto. Outubro promete...
  • Cidadao
    15 set, 2020 Lisboa 22:08
    Façam pontaria ao "triplete" : ganhar Campeonato, Taça de Portugal e porque não, Liga Europa. Mas para isso, não podem entrar em pânico e vender toda a equipa ...