Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

A bola já rola

11 set, 2020 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Estoril e Arouca deram ontem o pontapé de saída numa temporada que, por razões conhecidas e compreensíveis, começa anormalmente mais tarde.

No primeiro jogo da segunda Liga, os canarinhos venceram por escasso 1-0, tendo lugar hoje à noite o segundo da primeira jornada com o Feirense a receber o Desportivo de Chaves.

Na próxima semana, terá início o campeonato principal, numa altura em que muitos clubes ainda não arrumaram definitivamente os seus plantéis, uma vez que a época das transferências só irá encerrar em outubro.

Saúda-se assim o regresso da competição.

Depois de tantas dúvidas é bom ver a bola rolar, ainda que por detrás desse movimento existam muitos problemas para resolver. E o primeiro tem a ver com a continuada ausência de público dos estádios de futebol.

Abordámos ontem aqui essa questão premente, convencidos de que essa situação não vai ser resolvida tão cedo.

A certeza chegou também ontem com a posição assumida pelo Primeiro-Ministro que deixou ao país a garantia de que, tão cedo, os estádios não serão colocados à disposição dos adeptos.

A previsão não tem data limite para esta clausura, o que se justifica pelo avanço que a pandemia tem vindo a tomar, sem se saber se há ou não uma janela de esperança, que permita encarar o futuro de forma diferente.

É verdade que os prejuízos dos clubes são incalculáveis, mas as autoridades não podiam ter agido de forma contrária.

O futebol é importante, mas a saúde pública é ainda muito mais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.