Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

​Farto de teletrabalho em casa? Hotel nas Maldivas garante condições de luxo para trabalhadores remotos

11 set, 2020 - 16:47 • Cristina Nascimento

Nos Estados Unidos também há unidades hoteleiras que alugam sombras à beira da piscina ou quartos para quem quer trabalhar fora de casa e fora do escritório.

A+ / A-

Veja também:


Uma unidade hoteleira nas Maldivas, o Nautilus Maldives, criou um pacote de alojamento a pensar naqueles que estão em trabalho remoto.

O hotel, que reabriu no início de setembro, promete uma secretária com vista para o oceano, uma assistente pessoal dedicada, um número ilimitado de bebidas e serviço de lavandaria. Mas não só. Quem optar por este local de trabalho, terá também aulas diárias de ioga e de ginástica, bem como sessões de meditação e um cruzeiro ao pôr-do-sol para ver golfinhos, a bordo de um dos iates de luxo do hotel.

Naturalmente que este pacote tem um preço. De acordo com a televisão norte-americana CNN, por uma semana de teletrabalho para duas pessoas, a fatura a pagar é de quase 20 mil euros.

No âmbito da pandemia Covid-19, as Maldivas abrem portas a todos os que apresentarem um teste negativo feito nas últimas 72 horas antes de entrarem no país.

Nos Estados Unidos, alguns hotéis já tiveram ideia semelhante, mas apresentam uma oferta diferente. Para quem está farto do teletrabalho em casa, o hotel The Sawyer, na Califórnia, aluga sombras à beira da piscina, com ligação wifi e almoço, por sensivelmente 126 euros.

Já em Washington, no Hotel Hamilton pode trabalhar num dos quartos da unidade até às 16h00, com café ilimitado e alguns bens alimentares, por menos de 100 euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.