Tempo
|
A+ / A-

Ministro do Ambiente. Transportes públicos são seguros e prontos para uma maior procura

10 set, 2020 - 10:25 • Celso Paiva Sol com redação

Matos Fernandes confirma ainda que a Lei dos Plásticos de Uso Único entra em vigor no final do ano. A taxa para os plásticos descartáveis vai mesmo ser paga pelos consumidores.

A+ / A-

O Ministro do Ambiente e da Transição Energética garante que os transportes públicos são seguros e estão prontos para a maior procura que se avizinha.

João Pedro Matos Fernandes assegura que todas as empresas têm seguido as normas exigidas, lembrando os apoios que têm sido dados ao sector privado para que possa estar ao serviço das populações.

“Se há sector que foi privilegiado nos apoios do Estado durante o período mais crítico da pandemia foi mesmo o dos transportes coletivos, por uma razão muito simples: aos bares e restaurantes dissemos ‘têm que fechar’, mas às empresas privadas de transporte coletivo dissemos que ‘não podiam fechar’ e, por isso mesmo, foram apoiadas”, explicou.

Em declarações ao Podcast do Partido Socialista, o ministro do garante uma oferta de transportes a 100% mesmo que se preveja uma procura bastante inferior.

Os metros de Lisboa e do Porto, por exemplo, estão nesta altura com níveis de procura a rondar os 60%.

No mesmo espaço de entrevista, Matos Fernandes confirmou que a Lei dos Plásticos de Uso Único vai mesmo entrar em vigor no final do ano.

O adiamento de seis meses serviu para corrigir alguns aspetos do diploma, mas não significa que tenha havido qualquer mudança de planos.

A taxa para os plásticos descartáveis vai mesmo ter que ser paga pelos consumidores. “A taxa é sobre o consumidor, que vai deixar de levar de borla aquela embalagem par casa”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • manuel ferraz
    10 set, 2020 16:30
    Estes ministros querem fazer da gente maluca. Mas alguém acredita que os transportes públicos andam a ser desifetados. Seriam no início agora não. Gostaria que fizessem uma averiguação sobre determinados transportes públicos desde o momento que param e quando voltam a iniciar a atividade se são desinfetados. Ficamos a ver pelos próximos capítulos...
  • Ivo Pestana
    10 set, 2020 Funchal 14:58
    Para quem não os usa, fácil falar. Lol