Tempo
|
A+ / A-

Teatro Municipal do Porto apresenta 69 espetáculos até fevereiro

09 set, 2020 - 06:44 • Lusa

As salas vão estar condicionadas a uma lotação de 50%, foram criados circuitos separados de entradas e saídas e vai haver limpeza e desinfeção periódica dos espaços, equipamentos, objetos e superfícies.

A+ / A-

A temporada 20/21 do Teatro Municipal do Porto arranca a 17 de setembro, com uma programação que assegura também os compromissos da temporada anterior, num total de 69 espetáculos, 22 são estreias absolutas e oito nacionais.

Haverá ainda 14 sessões que serão transmitidas online, no âmbito do novo programa "TMP Online".

Na sessão de apresentação da programação, o presidente da Câmara do Porto, responsável pelo pelouro da Cultura, o independente Rui Moreira, adiantou que a programação do Teatro Municipal do Porto (TMP), delineada entre setembro de 2020 e fevereiro de 2021, representou um investimento de 700 mil euros, resultando de "uma conjugação entre um desenho de programação que estava já previsto desde há muito, e estes projetos que se viram adiados, um puzzle complexo e desafiador tendo em conta a situação atual".

O autarca sublinhou ainda que esta temporada resulta, também, de uma profunda reflexão artística, e que incidiu sobre o contexto que o país atravessa, também ao nível do recurso às plataformas virtuais com elevado potencial de disseminação. "Devido à limitação a 50% da capacidade total das salas do Rivoli e do Campo Alegre o número de bilhetes disponíveis será menos assumindo-se assim o TMP online como uma alternativa de relação entre os públicos e a programação artística", explicou.

Seis meses depois de suspender a programação devido à pandemia de Covid-19, o TMP arranca a nova temporada com uma criação do ator e encenador português Tónan Quito, "A Vida Vai Engolir-vos".

O diretor do TMP explicou ainda que a programação desta nova temporada assenta em cinco eixos - reagendar, repensar, recentrar, remontar e reativar - acrescentando que uma das principais reformulações da temporada 20/21 foi redesenhá-la para ter em conta os reagendamentos necessários, num total cerca de 50 espetáculos que foram cancelados.

Na programação desta temporada, o TMP apresenta ainda um ciclo especial dedicado à obra e universo artístico de Marlene Monteiro Freitas, figura incontornável da dança contemporânea que recebeu, em 2018, o Leão de Prata da Bienal de Veneza, em reconhecimento pela sua carreira.

Destaque ainda para o novo artista associado do TMP, Jonathan Uliel Saldanha, que inicia um novo processo de criação e colaboração em vários momentos da programação das próximas duas temporadas: 2020/21 e 2021/22.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+