Portuguesa em Moria descreve “cenário pós-apocalíptico” depois de incêndio

09 set, 2020 - 17:55 • Olímpia Mairos com Lusa e Reuters

Fabiana Faria descreve à Renascença um cenário de destruição total. “Estamos nos últimos segundos antes da bomba detonar”. A portuguesa é antropóloga e está a trabalhar na Fenix Humanitarian Legal Aid como caseworker. Face a esta situação de emergência em Moria, deixa o apelo “à doação de fundos às organizações que estão no terreno, para que possam ajudar as pessoas mais vulneráveis”.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.