Tempo
|
A+ / A-

Ministra da Saúde anuncia contratação de 950 médicos para o SNS

02 set, 2020 - 17:30 • Lusa

Marta Temido garante que têm sido acompanhadas as dificuldades de algumas instituições relacionadas com a carência de profissionais e em especial em algumas especialidades, como a pediatria.

A+ / A-

A ministra da Saúde anunciou, esta quarta-feira, que foram publicados os concursos para a contratação de 950 novos médicos para o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“Estão hoje publicados em Diário da República os concursos para mais 911 médicos da área hospitalar e 39 médicos da área de saúde pública. Um total 950 postos de trabalho para profissionais médicos no SNS”, disse Marta Temido, na conferência de imprensa de atualização da situação da pandemia de covid-19 em Portugal.

Questionada sobre as queixas de alguns hospitais do país de falta de médicos, nomeadamente em Beja, Évora, Santa Maria da Feira e Santarém, a ministra garantiu que têm sido acompanhadas as dificuldades de algumas instituições relacionadas com a carência de profissionais e em especial em algumas especialidades, como a pediatria.

Marta Temido sustentou que a pediatria é uma espacialidade com “alguma carência por razões diversas”, existindo “vários hospitais no país que enfrentam dificuldades”.

“Estamos a considerar uma forma mais integrada de as abordar provavelmente interagindo com os serviços hospitalares e com a rede de serviços de saúde localmente no sentido de tentar encontrar fórmulas de projeto piloto que permitam dar uma melhor resposta”, precisou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.